quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Feito pólen.

Não posso sair por aí
Jogando poesias para quem quer que seja
Só porque você não está aqui
O que posso fazer é rezar baixinho
Pra que a tristeza me deixe em paz
Pra que as flores se abram no meu caminho
Sou como o céu
Deslumbrantemente infinito
Sou assim mesmo
Mesmo assim
Nossas diferenças de pensamentos
Diferenças de horários
Diferenças de diferenças
O mesmo lado bom
O mesmo lado ruim
Os mesmos dilemas
O mesmo amor intenso que existe em mim.

6 Comentários:

Blogger burns disse...

Gostei muito.
Ótimo jogo de palavras...

Repito o pedido:
Publiquem com mais frequência!

Abraço.

26 de fevereiro de 2009 05:08  
Blogger .:eddy:. disse...

Realmente

Este blog é bom demais pra ficar tanto tempo parado!!

26 de fevereiro de 2009 06:09  
Blogger Thiago Almeida disse...

Aeee...

Concordo com o Burns e o Eddy, não deixem o blog parado, não.

Beijão e PARABÉNS pelo (belo e sensacional) texto!

=D

26 de fevereiro de 2009 06:30  
Blogger Thiago Almeida disse...

Aeee...

Concordo com o Burns e o Eddy, não deixem o blog parado, não.

Beijão e PARABÉNS pelo (belo e sensacional) texto!

=D

26 de fevereiro de 2009 06:30  
Blogger fernanda disse...

Ai que saudade de ler palavras que me fazem tão bem!
Maravilhoso....
Tratem de trabalhar vcs dois!!!
Bjo, Fefe.

26 de fevereiro de 2009 07:31  
Blogger Camila disse...

Pensei que nunca mais ia ver um texto seu aqui!!!!

Adorei o texto...muito bom!!!
=)

26 de fevereiro de 2009 10:05  

Postar um comentário

<< Home